Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação

Itapetininga, sábado, 28 de maio de 2022 Telefone (15) 3376-9600

Atendimento Atendimento: De Segunda a Sexta das 9:00 às 17:00 Horas

Sáb
28/05
Predomínio de Sol
Máx 29 °C
Min 7 °C
Índice UV
5.0
Domi
29/05
Predomínio de Sol
Máx 30 °C
Min 8 °C
Índice UV
5.0
Segu
30/05
Chuva
Máx 27 °C
Min 12 °C
Índice UV
5.0
Terç
31/05
Chuva
Máx 20 °C
Min 11 °C
Índice UV
5.0

Meio Ambiente e Agricultura - Segunda-feira, 27 de Maio de 2019

Buscar Notícia

Notícias por Categoria

Mais de 250 kg de materiais recicláveis foram trocados por alimentos no Programa Câmbio Verde

Mais de 250 kg de materiais recicláveis foram trocados por alimentos no Programa Câmbio Verde


Mais de 250 kg de materiais recicláveis foram trocados por alimentos no Programa Câmbio Verde

A Vila Sônia foi o primeiro bairro de Itapetininga que recebeu o programa Câmbio Verde. A proposta inédita na região, que promove a consciência ambiental e o reaproveitamento dos resíduos sólidos, agitou os moradores do bairro neste sábado, dia 25.  Foram arrecadados 256,92 quilos de material reciclável que foram trocados por 64 quilos de alimentos. O primeiro colaborador do programa do município foi Gabriel, 9 anos de idade, estudante do 4º ano, que levou garrafas pets no posto de troca montado em frente ao CEC da Vila Sônia.

O pai, o pedreiro Fabio Augusto Paulo e Silva, contou que ele preparou tudo sozinho. “Meu filho explicou que o ponto de troca seria aqui. O projeto é interessante”, afirmou o pedreiro. Já Gabriel disse que ficou sabendo do Câmbio Verde em palestra realizada pelos técnicos na escola municipal. O garoto frisou que levou dois dias para juntar as garrafas pets que trocou por um quilo de feijão. “É muito legal isso. E ajuda a preservar o meio ambiente”, completou.

Raiane, 10 anos, lembrou que soube do projeto pela rede social e também em conversas com a mãe. “É bem legal a ideia da prefeitura. As pessoas muitas vezes juntam o material e não sabem o que fazer”, disse a estudante do 5º ano que trocou garrafas pets por um quilo de macarrão e um quilo de farinha. “Levei uns dias para juntar todas as garrafas. Minha mãe comprava refrigerante e eu guardava quando terminava e outras achei na rua”, informou.

Ela demonstrou conhecimento sobre o resultado do descarte errado dos resíduos. “Prejudica o meio ambiente, as garrafas pets matam os peixes, além de causar alagamentos e enchentes na cidade”, acrescentou a jovem que carregava seus os alimentos para a casa. “Acredito que, depois deste projeto, as pessoas vão reduzir a poluição e irão aproveitar o material descartável”, completou.

Coube a auxiliar administrativa Stela Aparecida, 27 anos, o recorde na entrega de material com 80 quilos de material reciclável. Ela trouxe apostilas antigas que acumularam por 10 anos em sua casa após saber do programa pelas redes sociais da prefeitura. “Esvaziei um cômodo”, disse sorrindo. Contou que não sabia como descartar o material e o projeto Câmbio Verde resolveu o problema. “Tinha que fazer o descarte de forma consciente”, frisou.

A proposta inédita na região promove a consciência ambiental e o reaproveitamento dos resíduos sólidos. O programa consiste na troca de cada quatro quilos de material reciclável limpo por um quilo de alimento. No último sábado de cada mês, sempre das 9h às 12h, um caminhão estará num determinado endereço para recolher o material e realizar a permuta por um quilo de arroz, feijão, macarrão ou farinha de milho.

 

Cooperita

Como parte do programa, um caminhão identificado estará nos locais indicados para o recolhimento dos materiais recicláveis. Todo o material recolhido será comercializado pela Cooperita. A diretora da Cooperita, Keitilin Feliciano Domingos Ribeira, disse que a atual gestão se preocupa com o meio ambiente e com a entidade. “A administração olhou para nós cooperados. Olhou para a nossa Cooperita. Vamos aumentar a quantidade de material reciclável”, finalizou.

 

Próximos pontos

29 de junho – Taboãozinho

Escola Municipal “Profª Maria Apparecida Cardoso e Silva”, à rua João Batista Vieira, s/n

 

27 de julho – Vila Prado

Em frente à Escola Municipal “Prof.ª Evanilde Shirley de Oliveira Majewski, à rua Evilásio Massaine Pires, 1530

 

31 de agosto – Rechã

Em frente à Escola Municipal “Prof.ª Julieta Rolim da Silva”, à rua Justino Machado Meira, 151

 

28 de setembro – Jardim Bela Vista

Em frente à Escola Municipal “Prof.ª Selma Neli Pranches de Oliveira”, à avenida Dr. José Lembo, 651

 

26 de outubro – Belo Horizonte

Em frente à Escola Municipal “Prof.ª. Hilda Weiss Trench”, à rua Lucas Nogueira Garcez, 500

 

30 de novembro – Distrito Tupy

Em frente à Escola Municipal “Prof.ª Eudoxia Ferraz”, à rua Pedro Lopes de Almeida, s/n 

FacebookTwitterWhatsAppImprimir

Voltar para a listagem de notícias

UNIDADES FISCAIS

Fique por dentro dos índices - ver todas

UFM - 2022

R$ 115,87

UFM - 2021

R$ 104,70

UFM - 2020

R$ 100,76

Versão do sistema: 2.0.0 - 27/05/2022

Portal atualizado em: 27/05/2022 17:57:18

Prefeitura Municipal de Itapetininga - SP.
Usamos cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar você concorda com nossa Política de Cookies e Políticas de Privacidade.